Conecte-se Conosco

WEB RADIO DESTAQUE DO IVAÍ



 

Coronavirus

Governo do Paraná suspende desativação de leitos de UTI exclusivos para Covid-19

Publicado

em

Com o aumento no número de casos confirmados da Covid-19 e de mortes, o Governo do Paraná suspendeu a desativação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) específicos para atendimentos de pessoas com o novo coronavírus.

Desde o começo da pandemia, a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) abriu 900 leitos de UTI para enfrentamento à Covid-19.

O pico da ocupação de leitos começou em maio e variou entre 56% e 90%, dependendo da região do estado. A taxa de ocupação começou a cair em agosto, mas agora voltou a subir. Confira os dados atualizados da doença mais abaixo.

“Com base nesses dados, com base também nos novos casos e na necessidade de internamentos, vamos avaliar ponto a ponto se há necessidade da reabertura imediata de alguns leitos. Porém, nesse momento, a taxa de ocupação geral de leitos de UTI no Paraná é de 72%, então nós ainda temos equilíbrio e um pouco de gordura para mais alguns dias”, explicou Beto Preto, secretário da Saúde.

A maioria dos leitos foi desativada em Curitiba (70 leitos) e em Londrina (50 leitos), no norte do Paraná.

Os municípios que tiveram leitos desativados serão monitorados. Se a ocupação alcançar 75% da capacidade, os leitos de UTI serão reativados.

“Após a desativação do leito Covid, esse equipamento deverá retornar em tempo oportuno para o patrimônio do estado do Paraná, para que possa ser reutilizado para novas ampliações futuras”, comentou Vinícius Augusto Filipak, diretor de gestão em saúde da Sesa.

Investimentos
A Secretaria de Saúde afirma que investiu R$ 75 milhões no pagamento desses leitos, desde o início da pandemia. Outros R$ 35 milhões devem ser pagos nas próximas semanas.

Pelos cálculos da secretaria, outros R$ 140 milhões ainda devem ser solicitados pelos hospitais, por serviços já prestados.

Coronavírus no Paraná
O total de casos confirmados do novo coronavírus no Paraná chegou a 240.614, conforme boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), nesta terça-feira (17). Com a atualização, os óbitos pela Covid-19 no estado atingiram total de 5.707.

A taxa de recuperação da doença no estado é de 75%, segundo o relatório, considerando que o número de pessoas recuperadas chegou a 181.119.

O boletim aponta que a taxa de ocupação de leitos para pacientes com suspeita ou diagnóstico de Covid-19 pela rede pública de saúde é a seguinte, nesta terça-feira:

  • 71% dos 898 leitos de UTI adulta
  • 58% dos 1.126 leitos de enfermaria adulta
  • 23% dos 22 leitos de UTI pediátrica
  • 29% dos 34 leitos de enfermaria pediátrica

Considerando a divisão dos leitos para pacientes adultos, classificada pela Sesa por macrorregiões do estado, a região Leste, que abrange Curitiba, Ponta Grossa, Guarapuava e Litoral, apresenta a maior taxa de ocupação das vagas.

Confira, abaixo, a taxa de cada macrorregião:

  • Leste: 80%
  • Oeste: 57%
  • Noroeste: 66%
  • Norte: 54%

Situação dos leitos na capital
Com a alta de casos diários de Covid-19 e o aumento na lotação de UTIs do SUS para pacientes com a doença, a Prefeitura de Curitiba suspendeu, nesta terça-feira (17), a realização de cirurgias eletivas nos hospitais da cidade.

A suspensão é temporária, mas a prefeitura não estipulou uma data para a retomada dos procedimentos.

“É possível que tenhamos um aumento de internamentos na próxima semana, e a medida é de precaução para que tenhamos um pouco mais de leitos e ninguém fique sem assistência”, disse secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

De acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), três hospitais da cidade chegaram, na segunda-feira (16), à lotação máxima de leitos de UTI adultos do SUS para tratamento da doença. São eles:

  • Hospital Evangélico Mackenzie: 33 leitos ocupados (100%)
  • Hospital do Idoso: 52 leitos ocupados (100%)
  • Hospital do Trabalhador: 17 leitos (100%)

A ocupação também está alta nas UTIs de adultos do SUS para pacientes com Covid-19 no Hospital de Clinicas, onde 49 das 51 vagas estão ocupadas e na Santa Casa, onde 45 dos 55 leitos também estão com pacientes.

Ao todo, segundo o controle de leitos da secretaria, a cidade está com 230 leitos do SUS para Covid-19 ocupados, e 43 livres.

Reabertura de leitos
Curitiba chegou a ter 350 leitos para tratar pacientes com coronavírus no SUS, mas com a queda no número de casos diários em setembro, vários foram desativados.

“Nós tínhamos fechado os leitos, então nós estamos pedindo um movimento de reabrir os leitos. Devemos aumentos 24 leitos a partir da semana que vem”, afirmou a secretária.

Mais lidas

Copyright © 2019 - Grupo EDA **** CNPJ: 35.301.283/0001-96 **** www.grupoeda.com.br ****Contato: 43 9818-7783 ****

RSS
Follow by Email