Conecte-se Conosco

WEB RADIO DESTAQUE DO IVAÍ



 

Cidades

‘Fazia cirurgias de graça para ajudar pessoas’, diz irmã de médico que morreu em flat de Fernando de Noronha

Publicado

em

A morte do médico oftalmologista Felipe Breowicz parou a cidade de Pato Branco, no sudoeste do Paraná, de acordo com a irmã dele, Ana Paula Slonski: “Ele era muito reconhecido, um homem de muito bom coração. Fazia cirurgias para ajudar pessoas, muitas de graça”, disse.

Felipe Breowicz tinha 36 anos e morreu após cair da escada em um flat de Fernando de Noronha (PE). O corpo do médico será velado em Pato Branco, no sudoeste do Paraná, a partir das 11h desta terça-feira (18).

O médico foi encontrado pelos colegas caído dentro do flat no domingo (17). Ele chegou a ser socorrido e levado para um hospital, mas não resistiu e morreu.

Segundo a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, o laudo da necropsia apontou traumatismo cranioencefálico como causa da morte.

Ana Paula disse que Felipe viajou na semana passada para Fernando de Noronha onde comemorava o aniversário de um dos colegas.

“Foi um acidente triste. O Felipe gostava muito de aventuras, já viajou para a Tailândia, gostava de montanha-russa. Eles mergulharam durante a tarde com as tartarugas, com golfinhos”, contou.

De acordo com a irmã do médico, pessoas de outras cidades estão indo para Pato Branco para poder se despedir de Felipe. Após o velório, o médico será sepultado em São Lourenço do Oeste (SC), às 17h.

Velório

  • Onde: Capela do Prever de Pato Branco, na Rua Presidente Kenedy, 60
  • Horário: a partir das 11h, desta terça-feira (18)
  • Sepultamento: Cemitério de São Lourenço do Oeste (SC), às 17h desta terça
Anúncio

 

 

Instagram

CBX Insta Photos: Possible list of errors

  • Error retrieving data

Follow Me on Instagram

Facebook

Mais lidas

Copyright © 2019 - Grupo EDA **** CNPJ: 35.301.283/0001-96 **** www.grupoeda.com.br ****Contato: 43 9818-7783 ****

RSS
Follow by Email