Conecte-se Conosco

WEB RADIO DESTAQUE DO IVAÍ



 

Brasil

Prefeitura libera áreas de lazer e estacionamento na orla do Rio

Publicado

em

As pistas das avenidas Atlântica, em Copacabana, Vieira Souto, em Ipanema, Delfim Moreira, no Leblon, e do Aterro do Flamengo voltarão a ser fechadas para carros nos domingos e feriados. O estacionamento de veículos na orla também volta a ser permitido.

O decreto publicado nesta terça-feira (12) modifica as regras determinadas pela gestão passada da prefeitura, no dia 10 de dezembro, com o objetivo de conter aglomerações por conta da disseminação da Covid-19 na cidade.

Na semana passada, ao reabrir o Campo de Santana, no Centro, o prefeito Eduardo Paes, que chegou a anunciar que abriria as áreas de lazer na orla no último fim de semana, disse que seria feita uma campanha de conscientização para o uso desses espaços e da praia. O decreto, no entanto, não traz detalhes sobre essa campanha.

— Na praia, existe uma situação muito especial. A gente quer fazer na praia uma orientação maior para as pessoas (devido ao risco de aglomerações) a usar o espaço. Tem que ser mais cauteloso, fazer campanha, alertar — afirmou o prefeito na ocasião.

Na última segunda-feira, a cidade do Rio registrou 193 novos casos de coronavírus e uma morte causada pela doença. Na sexta, O GLOBO mostrou que, desde setembro, o Rio lidera o ranking de municípios com mais mortes pela Covid-19 no Brasil. De acordo com a última atualização, divulgada no sábado, a ocupação de leitos na rede SUS do município é de 92% nas vagas de terapia intensiva e de 94% nas enfermarias.

Os dados de casos e mortes divulgados na segunda-feira, porém, podem não representar o cenário atual com exatidão por causa das festas de fim de ano.

Zona Sul tem risco alto de contaminação
Também na sexta-feira passada, ao lançar o novo painel da Prefeitura que mostrava 18 das 33 Regiões Administrativas da cidade com risco alto de contaminação pela Covid-19, com outras 15 classificadas no nível moderado e nenhuma com risco baixo, Paes se referiu à Zona Sul ao citar áreas que poderiam ter medidas restritivas mais duras:

— Eu me refiro a toda Zona Sul, à Barra da Tijuca, à região de Santa Cruz, à região de Grande Bangu, a Ricardo, Anchieta, Pavuna e a outras regiões que podiam estar listadas aqui na minha frente. Se eles não tomarem os devidos cuidados, há uma chance real de isso ir para o nível muito alto. E se for para o nível muito alto, a gente vai ter restrições bastante firmes — declarou.

A divulgação do próximo boletim de riscos por regiões da cidade acontecerá na próxima sexta-feira (15).

Anúncio

 

 

Instagram

CBX Insta Photos: Possible list of errors

  • Error retrieving data

Follow Me on Instagram

Facebook

Mais lidas

Copyright © 2019 - Grupo EDA **** CNPJ: 35.301.283/0001-96 **** www.grupoeda.com.br ****Contato: 43 9818-7783 ****

RSS
Follow by Email