Conecte-se Conosco

WEB RADIO DESTAQUE DO IVAÍ



 

Brasil

Homem e mulher grávida achados mortos no interior de SP foram queimados vivos

Publicado

em

Duas pessoas foram encontradas carbonizadas em um carro na zona rural de Coroados, no interior de São Paulo. As informações são do portal UOL.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, uma gestante de 24 anos, Ellen Priscila Ferreira da Silva, e um homem, Ely Carlos dos Santos, 39, foram queimados ainda vivos e estavam amarrados quando suspeitos jogaram gasolina no carro e atearam fogo. Os corpos foram identificados pela família de Ellen, que os reconheceu pelo veículo, pois estavam irreconhecíveis.

O material genético dos dois foi coletado para a realização de um exame de DNA, que está em análise em um laboratório especializado.

O veículo e os corpos foram encontrados no dia 17 de outubro, dois dias após as mortes, no entanto as informações de que os dois foram queimados vivos só foi divulgada nesta quinta (29), após a prisão de três homens e uma mulher suspeitos de estarem envolvidos nas mortes.

De acordo com a reportagem, o delegado responsável pelo caso, Paulo de Tarso, disse que “foi um crime premeditado e bastante cruel. Um dos suspeitos, inclusive, consolou pessoalmente a mãe da vítima após confirmada a morte”.

Um dos homens, de 19 anos, e a mulher, de 36, assumiram a coautoria dos homicídios. Os outros dois homens, de 35 e 38 anos, negaram envolvimento.

Segundo o delegado, “a mulher estava grávida de quatro meses de um dos suspeitos, que é casado. A mulher dele, que assumiu a coparticipação, e que também está grávida, sabia”, disse Paulo de Tarso.

Ele afirma que a polícia trabalha com três principais motivos que justificariam o duplo homicídio: vingança, crime passional e dívida de drogas. Segundo o delegado, Ellen e Ely teriam dívidas com um traficante, que também foi preso. “Outro ponto é que ela se negava a fazer o aborto da criança concebida no relacionamento extraconjugal”, diz Paulo.

O delegado também trabalha com a hipótese de haver mais uma pessoa envolvida no crime, um adolescente que, segundo Paulo, já foi identificado e que teve o mesmo papel do rapaz de 19 anos, jogar gasolina nas vítimas.

Mais lidas

Copyright © 2019 - Grupo EDA **** CNPJ: 35.301.283/0001-96 **** www.grupoeda.com.br ****Contato: 43 9818-7783 ****

RSS
Follow by Email