Conecte-se Conosco

WEB RADIO DESTAQUE DO IVAÍ



 

Cidades

Curitiba – Vereadora Fabiane Rosa é presa em operação que investiga suposto esquema de ‘rachadinha’

Publicado

em

A vereadora de Curitiba Fabiane Rosa (PSD) foi presa, na manhã desta segunda-feira (27), em uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). O advogado dela, Jeffrey Chiquini, afirmou que o caso é sobre um suposto esquema de “rachadinha”.

Os agentes do Gaeco também cumpriram mandados de busca e apreensão no gabinete da vereadora.

O gabinete e a defesa da parlamentar informaram, por meio de nota, que a investigação se trata de uma denúncia feita por ex-funcionários afastados das funções por decisão unilateral da vereadora.

A prática de rachadinha consiste no repasse – de um servidor público ou prestador de serviços da administração – de parte da remuneração recebida para políticos e assessores.

Conforme o advogado Chiquini, a vereadora deve ser ouvida na semana que vem. Ela será encaminhada para o presídio feminino de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, e vai ficar em uma cela especial porque tem Ensino Superior.

Ainda conforme o advogado, no fim da manhã Fabiane precisou ser atendida por um ambulância porque teve um pico de pressão, mas logo foi liberada.

O outro lado
Em nota, o advogado Jeffrey Chiquini disse que Fabiane Rosa sempre exerceu seu mandato de maneira íntegra e correta e que seus valores refletem o compromisso com a causa que a elegeu.

“A denúncia em questão foi feita por ex-funcionários afastados de suas funções por uma decisão unilateral da vereadora. Não houve qualquer prática ilegal durante o mandato. Tem-se um pedido de prisão precipitado, amparado em fatos pretéritos e sem sustento probatório”, diz trecho da nota.

Ele disse ainda que a “verdade será restabelecida”.

Mais lidas

Copyright © 2019 - Grupo EDA **** CNPJ: 35.301.283/0001-96 **** www.grupoeda.com.br ****Contato: 43 9818-7783 ****

RSS
Follow by Email